INÍCIO ARTIGOS ESPÉCIES GALERIA SOBRE EQUIPE PARCEIROS CONTATO
 
 
    Espécies
 
Camarão Malawa  
Artigo publicado em 10/01/2012, última edição em 05/05/2016  


Camarão Malawa - Caridina pareparensis parvidentata



Apresentação

O camarão Malawa é originário de Sulawesi, Indonésia. É um ótimo camarão para quem está iniciando no hobby, pois é um camarão pequeno (não alcançando os 3 cms) e muito resistente. Ainda está se popularizando no Brasil, e por ser bastante prolífero em pouco tempo será bastante fácil encontrá-los a venda. Não é um dos camarões de Sulawesi mais bonitos em suas cores, mas costumam ser bastante ativos, nadando por todos os cantos do aquário, inclusive na superfície, o que acaba por chamar a atenção dos aquaristas. Esses camarões podem ser mantidos numa faixa bem grande de temperatura e são bem adaptáveis a diferentes condições de água. O ideal é que sejam mantidos em aquários de no mínimo 30 litros, já que em pouco tempo o numero de indivíduos tende a se multiplicar. 

Origem

O camarão Malawa é originário de Sulawesi, Indonésia. Ele é capturado em um dos vários lagos de Sulawesi. Eu indico como leitura este artigo:  Expedição a Sulawesi , para informações mais detalhadas de Sulawesi, assim como mais informações sobre este habitat. Há também fotos subaquáticas do ecossistema do lago e fotos da paisagem. 

Parâmetros de Água

Como para todos os camarões de Sulawesi, é extremamente recomendado que o camarão Malawa seja mantido numa temperatura de pelo menos 23ºC, e valores de pH entre 6,5 a 8,5. A dureza da água é indiferente.

Reprodução

O camarão Malawa se reproduz com grande facilidade, mesmo em cativeiro, sendo considerado um dos camarões anões mais prolíferos que existem.

Uma característica importante do camarão Malawa é que ele possui reprodução especializada, ou seja, os filhotes não passam por uma fase larval. Portanto, não há necessidade de adição de água salobra ou água verde para alimento dos recém-nascidos. As fêmeas adultas carregam poucos ovos em seu ventre. Esses ovos têm a cor que varia entre o branco ou âmbar até a um marrom mais escuro. Leva de 20 a 30 dias para que os ovos eclodam, gerando camarões que se assemelham a miniaturas de seus pais.

Um detalhe importante é que caso o aquarista mantenha camarões de outras espécies juntamente com os Malawa, não haverá risco de hibridismo, já que os Malawa não se reproduzem com outras espécies. Para mais informações na reprodução de Camarões de aquário de água doce leia este artigo:  A reprodução do camarão de água doce no aquário . Abaixo está uma foto de uma fêmea com ovos, e de um filhote na seqüência.






Dimorfismo Sexual


O Dimorfismo sexual dos camarões Malawa não é tão simples como algumas outras espécies de camarão, porém existem diferenças que um observador atento consegue perceber.

As fêmeas apresentam um tamanho geral um pouco maior do que os camarões machos, mas esta não é uma diferença definitiva, pois você pode estar observado uma jovem fêmea.

Mesmo em épocas fora do período reprodutivo, o ventre das fêmeas é um pouco mais dilatado do que o ventre dos machos.

Como ocorre em algumas outras espécies de camarões, a coloração das fêmeas é muito mais forte do que a dos machos. A coloração das fêmeas pode ser mais escura variando do cinza azulado até um tom castanho alaranjado. Muitas delas podem apresentar estreitas faixas negras por todo o corpo, podem também apresentar pequenas pintas brancas por todo o corpo. Enquanto os machos são muito mais transparentes.

A diferenciação definitiva entre os dois sexos é a “sela”, após a chegada à idade adulta, as fêmeas costumam ficar poucos dias com a “sela” bem evidente, facilitando bastante o trabalho de sexagem. Abaixo está uma seqüência de fotos que mostra uma fêmea jovem, uma fêmea adulta e um macho, respectivamente: 








Aparência


O camarão Malawa talvez esteja entre os camarões mais comuns de Sulawesi, com relação a sua coloração. Normalmente são acinzentados ou castanho claro, adornados vez ou outra com estreitas faixas negras ou minúsculas pintas brancas principalmente em seu dorso. Abaixo, algumas outras variações na sua cor:












Comportamento


O camarão Malawa não é uma espécie tímida. Gosta de nadar por todos os cantos do aquário quando são mantidos num ambiente saudável e livre de toxinas. Caso não haja predadores no aquário, eles se sentirão livres os suficientes para se alimentar por todos os cantos inclusive irão procurar comida na mão do aquarista. 

Alimentação

Os camarões Malawa podem ser alimentados duas vezes ao dia. No entanto, deve-se tomar cuidado para que não haja superalimentação, desta forma, sujando a água e tornando-a imprópria para os camarões. Os camarões Malawa podem ser alimentados assim como outras espécies de camarão, ou seja, com rações especificas para camarões, alimentos com base em espinafre e algas, artêmias e até mesmo ração para peixes. A diversidade de alimentos ajuda a manter os camarões mais saudáveis e coloridos. Abaixo está uma foto de dois camarões Malawa se alimentando:



Artigo escrito por: Rafael Senfft, Minoru Nagayama e Felipe Aoki

Fotos: Minoru Nagayama, Felipe Aoki e Cláudio Moreira




As fotografias de Felipe Aoki estão licenciados sob uma Licença Creative Commons. As demais fotos têm seu "copyright" pertencendo aos respectivos autores.
 
« Voltar  
 

Planeta Invertebrados Brasil - © 2018 Todos os direitos reservados

Desenvolvimento de sites: GV8 SITES & SISTEMAS