INÍCIO ARTIGOS ESPÉCIES GALERIA SOBRE EQUIPE PARCEIROS CONTATO
 
 
    Espécies
 
Sakura / Fire Red  
Artigo publicado em 14/02/2015, última edição em 06/03/2015  


Fire Red e outros “Cherrys” de alto grau


 

Visão global

O camarão Red Cherry é uma das espécies de camarões ornamentais mais criada no mundo, colorida, robusta e de fácil reprodução. Com o tempo, novas variedades de cor foram selecionadas a partir da vermelha, e também a própria variedade vermelha foi aperfeiçoada, com cor mais intensa, sólida e extensa no corpo do animal. Geralmente se aceitam 3 ou 4 graduações destas variedades. Todas são Neocaridina davidi (previamente N. heteropoda), com características e necessidades bastante parecidas com o Red Cherry comum. Aqui destacaremos alguns aspectos que forem distintos do Cherry, para maiores informações, sugerimos a leitura da ficha do Camarão Red Cherry  aqui  .




"Red Cherry Shrimp". Foto de Planet Inverts.



"Painted Fire Red Shrimp", fotos de Chris Lukhaup.


 

Origem e histórico

Por quem e onde foram selecionadas estas variedades é motivo de grande debate, e é provável que nunca saibamos a origem exata. Há alegações de origem na Alemanha, Taiwan, e outros lugares. O próprio nome Taiwan Fire Red poderia favorecer uma origem em Taiwan, mas é bem discutível. Na verdade, com a facilidade de criação do Red Cherry, é provável que estas variedades tenham sido desenvolvidas em muitos lugares simultaneamente, tanto em grandes fazendas de criação quanto por criadores amadores.



"Sakura Red Shrimp", foto de André Albuquerque.


 

Red Cherry Shrimp (“Cherry Grade”)

É o Red Cherry comum. Boa parte do corpo é transparente, com manchas vermelhas, geralmente de uma cor não muito intensa. As pernas são incolores. Machos quase totalmente sem cor.

 

Sakura Red Shrimp

O corpo da fêmea é quase todo vermelho, pode haver algumas manchas translúcidas nas regiões ventrais do abdômen, e a sela pode ser ainda visível. Pernas pouco pigmentadas, manchadas ou com faixas coloridas. Descontinuidades na pigmentação da carapaça podem ser visíveis também. Os machos são semelhantes aos machos de Cherry, ou seja, quase incolores.

 

Fire Red Shrimp

Corpo e pernas todas vermelhas, sem descontinuidades na carapaça. Pode haver algumas discretas manchas incolores nas pernas, mas elas devem ser predominantemente vermelhas. Pode haver algum grau de translucência na carapaça, permitindo a visualização da sela, mas ainda assim difícil de ver com iluminação fraca. Machos podem ter um padrão semelhante à fêmea Sakura, ou mesmo à fêmea Fire Red. Alguns sub-classificam essa categoria em "Low Grade" e "High Grade".

 

Taiwan Fire Red Shrimp

Muito semelhante aos Fire Reds, com duas importantes exceções: primeiro, há uma evidente uniformidade na cor, com o vermelho cobrindo todas as partes visíveis do camarão. Segundo, eles aparentemente geram uma alta porcentagem de filhotes de semelhante grau em comparação aos Fire Reds normais, com 80-90% da prole sendo de grau similar.

 

Painted Fire Red Shrimp

Coloração mais escura e sólida, tanto em machos quanto fêmeas. A sela é raramente visível mesmo sob intensa luz, devido à opacidade da carapaça. Machos com aspecto de Sakura de alto grau, podendo ter uma coloração idêntica às fêmeas.



"Sakura Red Shrimp", ou "Fire Red Low Grade", foto de Elton Ishikawa.



"Fire Red Shrimp", foto de Elton Ishikawa.


"Taiwan Fire Red Shrimp". Foto de Planet Inverts.


"Painted Fire Red Shrimp", foto de Chris Lukhaup.



Sexagem

A sexagem torna-se cada vez mais difícil quanto mais alto for o grau do Red Fire. Nas classes mais baixas as fêmeas mostram selas óbvias e os machos são muito menos coloridos. Quando se trata de um Painted Fire Red, pode ser quase impossível de distinguir os machos e fêmeas, a menos que a fêmea esteja ovada. Exemplares completamente adultos podem ser diferenciados, pelo formato do abdômen e pelo tamanho um pouco menor do macho.



"Fire Red Shrimp", fêmea juvenil, note os pleons do abdomen ainda não totalmente desenvolvidos, mas a sela é tenuemente visível. Foto de Elton Ishikawa.



Colônia de "Fire Red Shrimp", note como é difícil a distinção entre os sexos. Foto de Elton Ishikawa.



Reprodução

A reprodução destas variedades de graduação mais alta é tão fácil quanto o Red Cherry comum. A taxa de reprodução destes animais é apenas ligeiramente inferior ao Cherry comum, mas o grande problema é que parte dos descendentes acaba nascendo com características de uma graduação inferior. Desta forma, o número de descendentes viáveis (que não precisam ser descartados da colônia) também afeta a taxa de reprodução. 





"Fire Red Shrimp", fêmea ovada, foto de Elton Ishikawa.


 
« Voltar  
 

Planeta Invertebrados Brasil - © 2018 Todos os direitos reservados

Desenvolvimento de sites: GV8 SITES & SISTEMAS